Inkas
Estratégias de marketing
9 erros cometidos no Facebook por donos de negócios

É muito comum que o pequeno empreendedor que tem um negócio se aventure nas mídias sociais e crie um perfil no Facebook na tentativa de divulgar seus produtos e de vender mais. As postagens começam, mas aos poucos uma pergunta começa a rondar: “O que estou fazendo de errado?”

Levantei alguns destes pontos e expliquei qual pode ser o motivo do engajamento baixo em suas publicações.

Você não planejou nada

Não basta começar a usar o Facebook. Muitas vezes existem problemas que o empreendedor não enxerga, mas que são empecilhos para que a divulgação de seu negócio corra bem na internet. Apenas criar a página e sair postando não adianta muita coisa, no máximo você se tornará um pedinte compulsivo de likes ou vai obrigar pessoas a curtirem sua página.

Você criou um perfil ao invés de uma página

Perfis são para pessoas, não para negócios, marcas, produtos. Para este tipo o correto é criar uma página. Muitos donos de negócios criaram um perfil e para isso registraram uma nova conta, usando um outro e-mail diferente de sua conta pessoal. E ai eles tem um grande trabalho de ficar logando e se deslogando das duas contas para poder administrar seus dois perfis. Essa escolha ocorre por falta de conhecimento ou pela possibilidade de sair pedindo para se conectar a outras pessoas, já que os perfis permitem isso e as páginas não (nas páginas é preciso que as pessoas curtam porque quiseram curtir). Mas o Facebook não quer que você faça isso. Em primeiro lugar ele não permite usar nomes de negócios ao criar perfis, automaticamente ele consegue identificar que aquele não é um nome de pessoa e pode bloquear a ação. Além disso existe outro problema: ao alcançar 5 mil contatos o perfil será obrigatoriamente transformado em página e nessa transição algumas pessoas relataram perda de conteúdo ou se conexões.

Você está misturando conteúdos que deveriam ser apenas pessoais

Conheço muita gente que tem um perfil para o negócio ao invés de uma página. Mas sequer tiveram o cuidado de não permitir que outras pessoas postem em sua timeline. O que acontece é que os amigos dele começam a marcá-lo em posts com conteúdos que nada tem a ver com o negócio e ai quem entra lá quase não vê a informação que está buscando, mas conteúdos totalmente desconexos, que deixam o perfil horrível. Em outros casos o próprio usuário dono do perfil confunde a conta e publica assuntos polêmicos nos quais ele acredita, como por exemplo, política, religião, entre outros. E vamos combinar que em seu negócio é melhor ser neutro e cuidado com o que se posta, afinal, seus clientes podem deixar de comprar de você simplesmente porque não gostaram de algo que leram em sua timeline.

Você não sabia que não é todo mundo que vê o que você posta

Redes sociais não são um presente de graça para você, elas são um negócio e pensam em lucro, claro. Com o Facebook não é diferente. Ele o força a criar uma página e não um perfil para o negócio porque ali existem ferramentas diferenciadas que possibilitam publicidade paga. Mesmo as pessoas que seguem sua página não veem tudo o que você posta, porque existe algo chamado “alcance”. Sem pagar para aparecer digamos que seu conteúdo apareça para 2% das pessoas apenas. É por isso que as vezes você tem várias pessoas seguindo, mas ao postar consegue 3, 4 likes em um post.

 

Você posta milhares de vezes por dia

É preciso ser cuidado e ter frequência para postar. Por mais interessante que você ache alguma coisa, nem sempre aquele conteúdo é legal para seu público. Publicar milhares de vezes durante o dia ou semana só vai cansar seu público.

 

Você quase implora para que comprem seu produto

Estamos na era do conteúdo e acreditar que apenas publicar a foto e o preço de um produto vai ajudar a vender é errado.

Você publica coisas totalmente desconexas ao seu negócio

Quando a moda do vestido que era dourado ou azul aconteceu, muitos negócios também compartilham o conteúdo em suas páginas de negócios. Outras pessoas adora publicar frases bonitinhas ou fotos de gatinhos. Alguns desses até rendem umas curtidas, mas a verdade é que eles não ajudam em nada a converter suas postagens em negócios e ainda queima seu filme. Antes de postar é preciso se perguntar se aquilo vai agregar para seu público.

Você é raso demais nas informações e não dá atenção a quem pede

A pessoa vende roupas e tem uma página no Facebook. Ai ela posta a foto do look, mas não diz tamanho, cores, preços. As pessoas interessadas até começam a perguntar sobre a peça, mas você não dá a mínima, não responde, responde com pouco caso ou se recusa a passar informações “porque só passa ao vivo”. Só um recadinho: isso ficou pra trás há muito tempo. Se você está nas redes sociais então poste informações realmente completas e relevantes, responda rápido, se importe e não venha com essa de só passar informações ao vivo, a não ser que queira perder o cliente.

Suas fotos são péssimas ou se texto é ruim

Fotos precisam ser bem tiradas e cuidadosas. Já vi gente que trabalha com comida postando foto do prato pronto sem se atentar à bagunça ao fundo. Isso é péssimo! Ou então, ao escrever um texto, escreve com erros ou com frases clichês do tipo “vamos aproveitar minha gente”. Reflita sempre o que seu público gostaria de ler ou de ver antes de postar. Se o produto tem um ângulo que gera curiosidades, como um vestido que tem algum detalhe nas costas, convém incluir uma foto deste outro lado também.

 

Se você quiser saber muito mais sobre estratégias de marketing para pequenos negócios, não perca este workshop em Bauru”

Flávia Gamonar
posts 76
words/post 1510
media 180
comments 1
visits 121667

Leave a Comment

Name*
Email*
Website