Inkas
Estratégias de marketing
9 táticas para escrever conteúdos dentro de uma estratégia de marketing

Muito se fala sobre a era do conteúdo. O marketing pegou carona nela e agora estamos trabalhando com inbound marketing, focando em produzir conteúdos considerando os diversos tipos de perfis dentro de uma jornada de vendas.

Mas às vezes você não sabe por onde começar, né? Veja algumas táticas para incluir produção de conteúdo dentro de sua estratégia de marketing.

1) Tenha um blog
Por mais que você já esteja apostando em mídias sociais, para entrar na era da produção de conteúdo você precisa ter um lugar para fazê-lo. Isso quer dizer, um espaço para conteúdos mais longos que conversem com seu visitante/lead. Se você está por dentro das últimas, já entendeu que conteúdo realmente está em alta. Esta plataforma aqui, pela qual escrevo, é uma plataforma de conteúdo do Linkedin e diariamente milhares de profissionais de todo o mundo publicam conteúdos nela. Se eles ganham para isso? Não ganham dinheiro, mas ganham o prazer de compartilhar, tornam-se de referência em sua área de atuação. Eu mesma já fui indagada se não saio perdendo ao compartilhar tantas coisas por aqui. Eu afirmo que não. Por mais que alguém leia tudo o que eu posto, cada pessoa aplica o conhecimento de uma forma, então não temo concorrência de nenhum tipo. O Facebook também lançou sua plataforma de artigos e o Medium está em alta. Diversas empresas já entenderam que ter um blog muda tudo, afinal, você traz vida para um site que por si só seria estanque e frio. Não importa com o que sua empresa trabalha, sempre há espaço para um blog que trata assuntos relacionados, que mostra existir alguém do outro lado se preocupando com o cliente, que não parece querer apenas o dinheiro dele.

2) Planeje antes de sair fazendo
Antes de começar a produzir conteúdos é preciso entender que eles precisam ter um planejamento mínimo. Elaborar um projeto editorial, principalmente se você administra com vários canais, é essencial. Nele você define periodicidade de postagem, linguagem que vai usar, quantidade de posts e outros materiais ricos que vai produzir. Dessa forma, você poderá ter um norte a seguir. É preciso prezar por qualidade, não quantidade. E os conteúdos devem poder ser conectados, levando uma audiência genérica a aos poucos consumir conteúdos mais densos, ir entendendo sobre o que você faz, vendo-o como referência na área e, por fim, chegando à fase de fechar um negócio com você. Entenda que nem sempre o lead está pronto para comprar, depende de inúmeros fatores. Você precisa pensar com a cabeça dele para entender o que falta para decidir pela compra.,

3) Não escreva conteúdos chatos e clichês
A era do techniquês acabou. Agora o bacana é saber traduzir o técnico em algo gostoso de ler. Você gosta de ler conteúdos chatos e clichês, no mesmo formato que todo mundo usa por ai? Não, né? Seu cliente também não. Deixe de ser extremamente formal quando não for preciso e encante o coração do cliente. Escreva sobre algo que ninguém escreveu ainda. Escreva conteúdos que você mesmo adoraria ler, crie o ambiente que você gostaria de visitar.

4) Reotimize conteúdos já publicados
Às vezes você tem conteúdos que estão no ar há alguns meses. Sempre dá pra otimizar! Leia o texto de novo e entenda o que falta nele. Um título melhor e mais curto? Uma imagem? Uma reformulação? Exemplos práticos? Na dúvida, pesquise o assunto do texto no Google e leia pelo menos os 5 primeiros resultados. Veja o que é abordado. Sua missão é transformar seu conteúdo em algo melhor que esses outros resultados, de forma que o seu seja o melhor de todos! Há conteúdos que são bons o ano todo e conteúdos pontuais que só interessam em certa época. Aposto mais nos que são bons sempre. Replicar esse conteúdo já postado com data mais atual também é interessante.

5) Derive conteúdos de outros conteúdos
Vários pequenos conteúdos podem ser juntados e virar um só, bem completo. Assim como um completo pode render vários posts. Seja esperto ao escrever e lembre disso!

6) Não seja obcecado por conversão
Há pessoas que aderem a estratégia de marketing de conteúdos totalmente sedentas! Acham que em uma semana vão dominar, bombar e vender horrores. Não adianta agir assim! Seu visitante percebe sua obsessão. Marketing de conteúdo funciona, mas demora. É preciso ser paciente, manter o foco, produzir conteúdos mesmo que no começo ninguém leia. É claro que precisa de outras estratégias associadas, por exemplo, considerar SEO, ou seja, a otimização de seu site tecnicamente para que os buscadores o encontrem melhor. Também pode ser usada mídia paga, como o Google Adwords ou Facebook Ads.

7) Coloque links internos
Você quer que o visitante leia o conteúdo, certo? E além disso quer que ele veja outros conteúdos, não que vá embora rápido do seu site. Então coloque links entre os textos, relacionando os assuntos. Assim o visitante vai para outros conteúdos também. Mas não se esqueça que é preciso ter também call-to-action, chamados para algumas ações, do tipo, leia, teste, assine, etc.

8) Ofereça materiais ricos
As pessoas adoram e-books! Mesmo que os baixem e não tenham tempo de ler (sou dessas). Também adoram testes on-line, vídeos, webinars, planilhas, etc. Crie materiais assim também! Falando em vídeos, ninguém espera super produções, ok? Um vídeo simples, de 1 minuto, contando sobre algo legal do produto, tirando dúvidas, já é o suficiente. Neste sentido é legal sempre ter uma plataforma para administrar essas interações com materiais ricos. Se eles forem bem construídos e relacionados com seu negócio,  a pessoa que o baixar é um potencial cliente. Então, já que são mais demorados de serem produzidos, peça algum dado em troca, tipo o e-mail da pessoa. Assim você pode entrar em contato com ela depois. Por isso citei a importância da plataforma aqui, porque administrar esse volume de requisições de modo manual é complicado e não escalável.

9) Cuidado com automatização em excesso
Se sempre que alguém baixar algo a resposta for exatamente a mesma, se sempre que escrever um e-mail o formato for o mesmo… seu cliente percebe! Cuidado! Saiba o que vai fazer com seu cliente, não adianta nada ele interagir, ler, consumir, converter e ficar abandonado. Ou pior, comprar e não ter pós-venda decente.

Apenas comece! Com a prática você se tornará cada vez melhor!

Flávia Gamonar
posts 76
words/post 1510
media 180
comments 1
visits 125767

Leave a Comment

Name*
Email*
Website