Inkas
Produção de conteúdo
Como conteúdos podem gerar negócios e manter clientes

Olhe ao seu “redor digital” e perceba o quanto está imerso em propaganda e opções. Você está diante de um mar de conteúdos, conectado praticamente o dia todo, mas como ser humano continua tendo apenas 24 horas diárias para viver a vida. Então, você precisa escolher o que merece sua atenção, que virou uma valiosa moeda de troca. Se alguém abre um e-mail ou lê um post de blog neste cenário caótico, sinal que ele realmente parecia ser algo bom. Porém, para que a partir dele ocorra uma ação, ele precisa ir além da qualidade e ser estratégico, conversor.

Esse novo cenário não é diferente para as marcas e negócios, para serem vistas elas precisam fazer algo para se destacar. Apenas falar sobre produto e funcionalidade tornou-se interruptivo, irrelevante, parece apenas promessas. Agora, é preciso produzir conteúdos relevantes para ganhar a atenção do seu público.

Neste sentido, os blogs voltaram com força total. Se no início eles eram apenas um diário virtual, hoje eles são potentes ferramentas de comunicação entre a marca e seu público e permitem construir um relacionamento, que pode e deve ser cada vez humanizado, afinal, do outro lado da tela existem pessoas.

Se alguém nunca ouviu falar de sua marca, produto ou serviço, como é que ele vai ao Google digitar seu nome? Se você não tiver um site ou informações na internet, não vão te encontrar. E se você não tiver conteúdo publicado que fale sobre o entorno de seu produto, a chance de aparecer nos resultados do Google é nula. Quem nunca ouviu falar de você vai no máximo digitar algo relacionado ao problema que ele quer resolver e é exatamente aí que os conteúdos se tornam estratégicos.

Como estruturar uma estratégia de conteúdos

Para estruturar uma estratégia envolvendo conteúdos para seu negócio é preciso pensar em alguns pontos. O primeiro deles é que você precisa ter um site com informações sobre o negócio e ter um blog para publicar conteúdos. Muitas pessoas acreditam que manter perfis em redes sociais é suficiente, mas a verdade é que essas plataformas são terrenos alugados e podem mudar a qualquer momento, nem todas elas possuem formas fáceis de indexação ou organização das informações postadas, o que dificulta sua recuperação. Por isso, é essencial ter um blog próprio, sob seu domínio.

Antes de sair publicando conteúdos é necessário entender os tópicos relacionados ao seu produto ou serviço que possam virar conteúdos. Um passo anterior a ele é desenhar bem uma persona, o público-alvo ideal que você quer atrair para ler esses conteúdos e vir a ser seu cliente.

Criando conteúdos estratégicos e conversores

Na hora de produzir conteúdos é importante saber que seu público não é todo homogêneo. Há pessoas em estágios diferentes, o popular “topo, meio e fundo de funil” do processo de vendas, e precisamos ter conteúdos diferentes para esses estágios, para que aos poucos a pessoa compreenda sobre como podemos ajudá-la com nossa solução.

Um exemplo? Se você fizer um post dizendo “10 dicas para ser mais produtivo no trabalho”, você terá um conteúdo de topo de funil, que vai ser interessante para uma audiência bem maior, que não precisou digitar o nome do produto ou da marca para chegar até você, porque a verdade é que nem sempre essa pessoa sabe, sequer, que aquela solução pode ser para ela e ajudá-la de alguma forma.

No meio desse conteúdo você pode, por exemplo, citar a solução que você oferece, caso ela de alguma forma esteja relacionada com produtividade. Como? Imagine que você vende software que otimiza alguma atividade do dia a dia, pronto, coloque como uma das dicas este ponto, citando que “ter tal ferramenta pode ajudar a pessoa no dia a dia a ser mais produtiva desta forma etc”.

No meio e no final desse conteúdo é preciso ter links para outros, de estágios mais avançados ou, ainda, oferecer materiais para download (o famoso call-to-action) sobre o tema, que permitirão que você saiba quem está interessado naquilo exatamente. É uma maneira de transformar desconhecidos que passariam por seu site em visitantes e, depois, em leads, até que se tornem clientes.

Assim, evitamos abordar ou oferecer algo para alguém que não está no momento de comprar. Em resumo, planejamento de persona, de estágios de audiência e de pautas que podem ser trabalhadas. Depois disso é preciso criar um planejamento editorial para definir os conteúdos que serão publicados e quando. E esses conteúdos precisam ser atrativos, relevantes e gostosos de ler. Não podem ser clichês ou ser algo que alguém já postou antes na internet, senão você será só mais um.

Escalando a estratégia e criando comunicação segmentada e personalizada

Para escalar essa estratégia podemos avançar e usar processos de automação de marketing, que apesar do nome não são maquininhas de enviar conteúdo pra qualquer um, pelo contrário, elas permitem segmentar bem, personalizar, criar fluxos de nutrição relevantes para o lead e seu momento e inclusive trabalhar em cima de objeções do cliente, definindo emails e períodos em que serão enviados, sempre entregando informação relevante no momento certo.

Quando alguém não fechar um negócio com você, pode receber uma tag com um motivo sobre o não fechamento e a partir dai entrar em um fluxo que vai enviar conteúdo personalizado para trabalhar aquele motivo e tentar aumentar a conversão.

Conteúdos também são incríveis para diminuir a taxa de cancelamento de assinaturas/contratos de sua empresa, pois permitem manter um relacionamento com quem já é cliente e entregar a eles o que é relevante para o dia a dia dele e do que ele usa. Um cliente que sabe tudo o que seu produto pode oferecer a ele será mais fiel e satisfeito e terá menos chance de desistir de você.

E se você não souber como começar…

Construir bom conteúdos não é uma tarefa fácil. Foi por isso que criei a Hubico, nos focamos em planejar todas essas etapas pra você e escrevemos conteúdos estratégicos que vão trabalhar por seu negócio 24 horas por dia na internet. Veja só esse post que escrevi, eu entreguei conteúdo relevante dando o caminho das pedras para quem não quiser contratar a Hubico, mas eu também mostrei que estamos aqui para ajudar quem precisar.

O que a Hubico faz:

  • Conversamos com você para entender seu negócio, produtos e serviços;
  • Podemos otimizar a comunicação do seu site, reescrevendo textos dele para que seu público realmente entenda o que você faz;
  • Planejamos personas, estágios de audiência e pautas de conteúdos;
  • Escrevemos conteúdos para seu blog, você apenas aprova as pautas e nós cuidamos de tudo. São escritos por uma rede de escritores especialistas em temas diversos e revisados para garantir que sejam estratégicos e conversores e você pode assiná-los por pacotes com 4, 8 ou 12 por mês, por exemplo;
  • Escalamos sua estratégia implantando automação de marketing no momento certo, para que você possa falar com mais gente ainda e conseguir acompanhar o percurso dos seus leads.

Mas se você já tiver equipe para produzir, a Hubico também ministra treinamentos por Skype ou in company para potencializar seu trabalho de produção de conteúdos.

Saiba mais: flaviagamonar@hubico.com.br

Flávia Gamonar
posts 74
words/post 1535
media 176
comments 1
visits 114098

Leave a Comment

Name*
Email*
Website