Inkas
Produção de conteúdo
Como um bom conteúdo pode fazê-lo vender mais

Há algum tempo venho falando que diante do fato de estarmos tão conectados o tempo todo, por meio de nossos smartphones, acabou levando à demanda de mais conteúdos. Então, esses novos conteúdos surgiram e passaram a competir por nossa atenção. Outro dia escrevi sobre o assunto no post Hyper Connected: como ser visto em meio a tanto conteúdo.

Por mais conectados que estivermos, não conseguimos acompanhar tudo. Em nossas telas pipocam o dia todo uma infinidade de posts, vídeos, imagens e ofertas de todos os tipos. As que forem capazes de se mostrarem relevantes em poucos segundos para o que nos interessa, são as que ganharão nossa atenção.

Até certo tempo, se você reparar, não víamos tantos conteúdos do tipo posts de blogs circulando na internet. Pelo menos não os focados em marcas e negócios. É que os blogs começaram voltados para um uso pessoal, mas logo eles foram descobertos como um belo espaço para criar excelentes estratégias oferecendo conteúdo de qualidade ao leitor, que passa a enxergar aquele negócio como referência na área. O fato de mostrar-se referência e disposto a investir em divulgar informações que a princípio só seriam dadas “pagando”, é capaz de relevar ao seu público que você é alguém confiável para fazer negócios.

Vamos pegar um exemplo na medicina, uma área difícil de fazer marketing por causa de algumas regrinhas que devem ser seguidas para não ferir o que o conselho prega. Temos dois médicos que se tornaram famosos no Brasil pelo que trabalho que fizeram nas mídias sociais: Dr. Barakat e Dr. Victor Sorrentino. Esses caras poderiam se focar apenas em agendar consultas, mas investiram em blogs e uso de Facebook, Instagram, blogs e Snapchat de forma massiva. É possível acompanhar a rotina e os ensinamentos deles por meio de todos esses canais. Para quem não está familiarizado com a “era” do conteúdo, soa estranho gastar tempo escrevendo, falando, contas coisas que a princípio, inicialmente não significam retorno financeiro. A verdade é que cada minuto que eles gastam nesses meios é revertido em dinheiro, pois ao abrirem alguns desses ensinamentos e orientações sobre vida saudável, alimentação e assuntos relacionados, estão educando o “mercado” e mostrando-se entendedores do assunto. O resultado? Agendas cheias pelos próximos meses nos dois casos.

No segmento de cosméticos eu também contei um case que apostou em conteúdos para vender mais, veja a loja de cosméticos que apostou em marketing de conteúdo para crescer.

Um mecânico pode ter um blog, uma página no Facebook ou um whatsapp com dicas sobre mecânica e logo se tornará referência. Um dentista ou médico pode fazer o mesmo com conteúdos da área, que conscientizem, alertem e entreguem valor, conheço um case que fez um teste on-line para o usuário descobrir se tinha algum problema na coluna e foi sucesso!

Pense comigo, como é que um potencial cliente, tão mergulhado em um mar de conteúdos que competem por ele o dia todo vão chegar até um negócio que no máximo tem um site desatualizado e um perfil no Facebook com nada interessante ou que só apela para publicidade explícita baseada em preço e produto? Nem sempre as pessoas compram pelo preço. Quase ninguém sabe que sua marca nova existe e o que você faz, é por isso que trabalhar conteúdos considerando público-alvo e os estágios de cada um é a saída para fazer-se conhecido e se destacar. Se você tem dúvidas se o seu marketing o está defasado, veja os 5 motivos pelos quais você deveria rever o marketing de seu negócio.

Apostar em presença digital em mídias como Facebook, LinkedIn e usar os blogs para aprofundar a conversa com seu público, por meio de conteúdos de valor vai ajudá-lo a se destacar.

As características de um bom conteúdo

Venho estudando o que torna um conteúdo relevante e atrativo, que engaja e ajuda a converter. Desde então, tenho aplicado algumas dessas estratégias para mim e para meus clientes. Um de meus artigos alcançou 400 mil visualizações, 3.500 curtidas e 538 comentários, além de ter passado dos 1.500 compartilhamentos. Temos aqui o exemplo do conteúdo que traz resultados, não foi apenas bem visto, mas as interações com ele foram incríveis.

Alguns dos pontos que tornam um conteúdo bom:

  • O bom conteúdo é o entregue para a pessoa certa, na hora certa
  • O título do bom conteúdo não pode ser muito extenso e precisar se focar no assunto que será tratado, sendo chamativo e relevante
  • O conteúdo que vai dar resultado precisa ter propósito e ser direcionado a quem se deseja atingir
  • Escrever um bom conteúdo é também doar-se um pouco, é um tempo investido que trará bons resultados depois
  • Inserir links nos posts e conectar assuntos, ajudando o leitor a continuar consumindo outros conteúdos é algo extremamente bacana
  • Ter call-to-actions no conteúdo vai ajudar seu leitor a ir para onde você gostaria que ele fosse: baixar um material, entrar em contato, preencher algo
  • Imagens certas ajudam a chamar a atenção
  • Dividir o texto em tópicos torna a leitura mais confortável
  • Usar negrito em pontos estratégicos ajuda o texto a ser escaneável
  • Conseguir resultados é uma soma de ações: conteúdo bom e bem escrito, saber quem é seu público, pesquisar como ele fala e o que gosta, importar-se com ele. Vai ser preciso gastar um tempo legal para escrever algo bacana, mas esse tempo vai se reverter em negócios

 

Flávia Gamonar
posts 76
words/post 1510
media 180
comments 1
visits 125743

Leave a Comment

Name*
Email*
Website