Inkas
Tendências digitais
Os insights sobre tendências digitais da comScore: foco no mobile

Na semana passada fui convidada para um happy hour no Hotel Fasano para a revelação de insights baseados nas pesquisas realizadas pela comScore, uma companhia que mede o que as pessoas fazem enquanto elas navegam pelo universo digital e transforma essa informação e insights em ações que ajudem seus clientes a maximizar o valor de seu investimento digital.

Tendências digitais na comScore

  • Estamos usando muito mais do nosso tempo usando outras plataformas digitais, não apenas ficamos presos ao desktop mais;
  • Gastamos 185 milhões de minutos em plataformas mobile (apps) e 23.480 em sites mobile, ou seja, estamos usando muito mais os apps do que os sites;
  • Os dispositivos mobile correspondem a 63% do tempo gasto pelos brasileiros, ou seja, as empresas não podem ficar de fora do mobile;
  • Na população brasileira, os usuários de idade média também usa desktop, mobile e uma grande parte já é multiplataforma e usa os dois. Mas na população jovem eles são em grande parte multiplataforma, representando 3/4 da geração milenials;
  • Um dos insights mais importantes é que não só a população inteira está sendo multiplataforma, mas que os jovens serão cada vez mais e para falar com eles será preciso pensar em estratégias focadas neste meio;
  • Entre 25 e 34 anos temos pessoas que usam desktop e mobile e de 18 a 24 são os que lideram a média de minutos no mobile;
  •  Este tempo adicional no mobile tem levado a um impacto nos provedores de conteúdos, que precisam de mais e mais conteúdos;
  • Facebook e Google lideram o ranking de minutos, temos muitos usuários utilizando sites mobile que não são deles, mas ficam muito tempo nesses aplicativos;
  • Ao falar de aplicativos, os mais acessados são todos pertencentes ao Google e ao Facebook, dentre eles: Whatsapp, Google, Google Search, Youtube, Facebook Messenger, Gmail, Google Maps, Instagram, Google Drive, etc, todos sites internacionais;
  • Não dá mais para ignorar o mobile, pois ele é mais usado do que o desktop;
  • Dependendo do conteúdo, finanças, por exemplo, a presença de desktop ainda é grande. Já informações sobre o clima e mapas, as consultas ocorrem mais pelo mobile;
  • Em relação a quantidade de minutos dedicados  e o número de usuários usando, o social media tem conseguido isso de modo muito relevante, pois as pessoas os consultam o tempo todo;
  • Portais tem muitos usuários, apesar de as pessoas ficarem menos tempo lá. Já em jogos, os usuários ficam mais tempo, mas existem menos deles. Ao pensar um novo app é preciso pensar nestas questões e estratégias, que podem fazê-lo usar mais ou menos tempo dependendo do tipo e conteúdo;
  • Os aplicativos hoje representam 80% do total de tempo que usamos o mobile, temos mais tendência a abrir o que já temos instalado do que digitar o endereço de um site;
  • Categorias: O brasileiro usa mais serviços, games, entretenimento, social media, esportes, vendas, informação e outros;
  • Mobile não pode mais ser ignorado, seja no que ele tem de comum ou diferente em relação ao desktop. Ele precisa ser pensado desde o começo, porque já não é mais futuro;
  • A plataforma e a escolha de conteúdo varia muito de acordo com a demografia, é preciso ir além de dados rasos, pois dependendo do estado um ou outro aplicativo é mais usado;
  • Os apps dominam o tempo mobile e este é nosso desafio, buscar formas de engajar o usuário. É sim aonde a maioria dos usuários está, mas alcançar este número grande de usuários não é uma tarefa rápida e fácil.

Em resumo, o mobile não pode mais ser ignorado de modo algum e deve fazer parte da estratégia de marketing.

Flávia Gamonar
posts 76
words/post 1510
media 180
comments 1
visits 121678
1 comment
  • Marco Aurélio Manuppella
    dez 11, 2015 (04:31)

    Suas matérias são simplesmente or concur.. Sou seu Fã incondicional
    Estou compartilhando sua informação com a nossa fan-page de provedor de serviços de web.

    Publicamos como conteúdo de orientação, para clientes interessados em informação sobre o mundo digital por exemplo e demais matérias pertinentes

Leave a Comment

Name*
Email*
Website